Thursday, March 15, 2007

UM DIA DIFERENTE...OU O AMOR PELA LEITURA E PELOS LIVROS...


UM DIA DIFERENTE…OU O AMOR PELA LEITURA E PELOS LIVROS…
Numa iniciativa da professora da disciplina de PORTUGUÊS, na ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO, em Matosinhos, a professora TERESA MIRANDA, propôs uma acção de leitura de livros e análises personalizadas, sobre os conteúdos e hábitos de leitura de todos os alunos e extensiva aos encarregados de educação que quisessem ou pudessem participar nessa aula!
Aceitei o desafio e resolvi levar um autor português (EÇA de QUEIROZ) e um pequeno conto com o título: A AMA., que li para a turma após uma breves palavras sobre a minha interacção com os livros e o tipo de escrita que mais gosto!
Levei também um texto que tinha publicado em 2004 no meu blog “CONTRAPONTO”. Com um tema sobre o METRO DO PORTO. E o que mudou para as pessoas do Grande Porto com este novo tipo de transporte!
De seguida a Katia Monteiro leu um texto de Mia Couto, escritor moçambicano, um dos mais conhecidos em Portugal e que retrata o dia a dia do povo do seu país, caracterizando-o de um modo bonito, utilizando a expressiva linguagem que é de uso diário nas gentes africanas e mostrando o rico conteúdo linguístico lusófono.
A Ana Rita Pires, trouxe para ler um texto do livro FERNÂO CAPELO GAIVOTA, e cujo filme na altura nos anos 70, passou em Portugal com grande sucesso! Eu vi o filme e gostei muito da história representada no mundo animal (gaivotas) e a sua aplicação ao ser humano. A Ana Rita não pôde acabar a sua intervenção, porque entretanto foi necessário dar a voz ao Vereador responsável pelo Pelouro da Educação e Formação, Recursos Humanos e Qualificação Urbana da Câmara Municipal de Matosinhos Dr. António F. G. Correia Pinto (na foto em destaque)que veio dar pessoalmente o seu contributo a esta acção.
E não podia ser da melhor maneira, visto que trouxe à presença de todos, um tema candente e no momento muito debatido nos nossos dias: A ANOREXIA – Suas causas e efeitos. Tendo inclusive falado do caso pessoal de uma sua filha com todas as faces dramáticas desta doença e as maneiras possíveis para interagir e a tentar resolver no seio da família! Feita ainda uma abordagem a todos os tipos de dependências de Drogas e as possíveis soluções para a sua resolução.
Entretanto o tempo esgotou-se rapidamente e ficou o sabor a mais acções destas para o futuro!
Como nota final, reforço a ideia de que a disciplina de PORTUGUÊS, é das mais importantes nas nossas escolas e que deve ser tratada com todo o cuidado e acarinhada pelos alunos, devendo ser falada com toda a correcção e fluência. Povo que cuide bem da sua língua materna revela inteligência a sensibilidade!
Resta dizer que estes alunos compõem a turma 10-1ª e que está integrada no projecto Zarco!

3 comments:

Ahlka said...

A geração actual perdeu os hábitos de leitura, debato-me diariamente com os filhotes.
Por outro lado, fiquei abismada com a nota da minha filha que nunca leu um único livro inteiro.
16 de média e 16 no exame de 12ºano...Alguma coisa me escapa..

Pascoalita said...

Muito louvável tanto a iniciativa, como o interesse em interagirem com professores e alunos com o objectivo de cuidarem da nossa lingua que tão esquecida e maltratada é por vezes.

Sempre gostei de portugês, mas confesso que de há uns anos a esta parte leio pouquíssimo e bem podia aproveitar o tempo que gasto nas viagens de e para o trabalho. Em vez disso, brinco a decifrar palavras cruzadas ou SUDOKU fingindo manter o cérebro activo :-)

jotabloguer said...

Ahlka: Agora imagina com um pouco mais de esforço até onde iria a tua filhota! Pelo menos temos de lhes inculcar este gosto por sermos Portugueses, e falar bem a nossa lingua!
Jorge madureira