Wednesday, September 08, 2010

MAIS UM “ILUMINADO” NO BERÇO DA DEMOCRACIA! OU UM NOVO 11 DE SETEMBRO?


(…) Um porta-voz da presidência dos Estados Unidos afirmou hoje que a intenção de um padre da Flórida de queimar cópias do Alcorão a 11 de Setembro é uma ameaça para as tropas norte-americanas no estrangeiro.


Roberto Gibbs acrescentou que o comandante militar norte-americano no Afeganistão, general David Petraeus, também já avisou que as imagens da queima do Alcorão serão usadas por extremistas para incitarem à violência nos países muçulmanos.


"Qualquer actividade como essa [queima do livro sagrado dos muçulmanos], que é prejudicial às nossas tropas, é uma preocupação para este governo", afirmou Gibbs.


Da mesma forma, o Departamento de Estado denunciou a ideia como "não americana" e considerou que coloca os diplomatas e viajantes norte-americanos em perigo.


O porta-voz do Departamento de Estado P.J. Crowley assumiu uma linha dura, dizendo que o governo espera que os norte-americanos rejeitem o plano da igreja de queimar cópias do Alcorão para marcar o nono aniversário dos ataques de 11 de Setembro de 2001.


Classificando a intenção de "anti-americana" e "inconsistente" com os valores norte-americanos, Crowley disse mesmo que "é um ato provocador". (…)

Os Estados Unidos da América e o seu actual presidente Obama têm este desafio pela frente! Chamar á razão o pastor Terry Jones de uma pequena igreja evangélica situada em Gainesville, no estado da Flórida.


Quero crer que a lei americana poderá prever uma medida que impeça esta acção pública em nome do mesmo fanatismo que se reclama dos seguidores fanáticos do Islão! Sermos iguais aos radicais islâmicos não é o caminho adequado!


Não haja dúvidas de que há sempre alguém que parece querer brincar ás guerras e logo em nome de um Deus que se proclama, misericordioso! Este padre está a precisar de um retiro espiritual…

2 comments:

jotabloguer said...

Ainda bem que este pastor "iluminado" teve alguém que lhe fez ver as consequências do seu plano idiota!
E pelo menos mostra que não é burro de todo!
JM

Clara said...

Ainda bem que ele se deixou de palhaçadas. Pagar extremismo com extremismo nunca é boa política!
Beijinhos