Sunday, September 02, 2007

10 ANOS DEPOIS...




A princesa Diana, personificava para mim, a beleza rude e violenta contra o status.Todos nós nos apercebíamos de que o príncipe Carlos era apenas o adereço necessário para a fotografia de circunstância e oficiando a realeza...Desencontros e encontros amorosos nos bastidores dos palácios, iam construindo uma real história de amores...


Nunca lhe perdoaram esses devaneios a Quenn Mother em especial, já que Carlos ia fazendo pela vida com o seu eterno amor Camila Parker!


O que impressiona em toda esta história é a cobrança brutal feita pelos "paparazzi" na hora do acidente que lhe custou a vida, após o acidente num túnel de Paris! Deu-me ganas para com aqueles mestres da fotografia! Pareciam vampiros sugando o sangue das suas vítimas...cobrança feita pelos outros favores de quando a princesa por eles chamava...Ironias nesta vida de flashes...Pelo menos agora passados 10 anos os seus filhos lhe prestaram uma homenagem que os reconcilia com o mundo real... não da realeza!

8 comments:

Iharah said...

Passei por aqui para partir um bocado de loiça!

Bom domingo!

jotabloguer said...

OLáIharah:Por mim podes partir o copo as vezes que quiseres! É uma boa terapia!
Fica bem
Jorge madureira

Silvia Madureira said...

Oi:

Eu sou do signo da princesa Diana e revejo alguns traços psicológicos dela em mim...a sua vontade de ajudar, o seu sorriso tímido...fiquei triste porque acho que morreu muito cedo...todos deveriam experimentar a sensação de felicidade antes de partir...ela merecia ser feliz e ter uma grande história de amor como no verdadeiro conto de fadas que não viveu!

Um bem haja

beleza de mulher said...
This comment has been removed by the author.
beleza de mulher said...

era a princesa do povo e ade ser sempre

Joana said...

uma bela e simples princesa do povo....fim trágico!!
beijooooo

missixty said...

Sabes o que penso que ela não era a " santa" que parecia, apenas uma mulher como tantas outras, usando das armas que podia para se vingar!
Acho o príncipe Carlos um sapo, mas tenho de concordar que foi fiel a um amor impossível que acabou por conseguir, A Camila! Quantas mulheres se podem gabar de seram amadas assim???
Quanto aos filhos são os únicos sinceros e inocentes no meio disso tudo! Atitude bonita!

Marta said...

E morreu no dia dos meus anos!