Thursday, September 20, 2007

IMPRESSÕES...

Na adopção de crianças em Portugal o sistema não está a funcionar bem e infelizmente quem paga em primeiro lugar são essas mesmas crianças que por motivos vários são colocadas nesses espaços que com muita dedicação as tratam e amparam até aparecerem pais que deles tomem conta e em simultâneo por estranho que pareça, esses mesmos Pais adoptivos que percorrem uma autêntica via sacra até conseguirem concretizar os seus sonhos de terem alguém no seu lar e dar assim maior alegria e esperança a todos eles, numa comunhão de sentimentos que não foi possível pela via biológica...
Eu há anos acompanhei um caso de adpção de um casal amigo que por problemas vários não poderiam ter um filho biológico e encetaram uma luta de anos para concretizarem o seu sonho: Hoje têm uma menina que em verdade é uma filha a quem dedicam o seu amor e a criam com plenas capacidades de Pai e Mãe e são correspondidos como só uma criança pode dar em retorno! Mas tiveram antes da conclusão do processo, momentos muito complicados com burocracia a mais e atrasos no tempo que só causaram mal estar a eles e á menina a adoptar!
Este caso acabou em bem, mas o que me impressiona é que se continue nos dias de hoje a ter estes mesmos procedimentos que não permitem uma melhor agilização das adopções e diminuir de maneira segura o nº de crianças que esperam por uma família que lhes dê amor e carinho!

9 comments:

Silvia Madureira said...

Eu na realidade não estou muito a par destes processos mas asseguro que tudo o que envolve crianças é muito complexo e deve ser tratado minuciosamente em prol do bem estar de todos...nem sempre acontecem histórias felizes como conta!

Beijo

Silvia Madureira said...

Comentário ao post anterior:

Amar é preciso
Acabar as guerras é preciso
Trabalhar é preciso
Divertir é preciso
Sonhar é preciso
Lutar pelos sonhos é preciso
Fazer algo pelo outro é preciso
Acreditar é preciso

Podia continuar...gerir todas estas necessidades não é fácil e às vezes lá surge uma lamentação do que poderíamos ter feito e não fizemos...mas com tantas necessidades só responderíamos a todas se fossemos perfeitos...eu tento aproveitar as oportunidades mas às vezes saio frustrada...no meio disto tudo saber qual o caminho a tomar para alcançar uma determinada necessidade não é fácil...e não adianta fazer como os padres que dizem é preciso isto e aquilo mas na prática...nada! Nós bem sabemos o que é preciso...agora como lá chegar? É preciso muito "show de bola".

Beijo

Marta said...

Agora que falas nisto, recordaste-me que há uns tempos atras tentei fazer voluntariado em várias instuições destas de crianças! Acreditas que nenhuma me respondeu?

jotabloguer said...

OLá Sívia: Claro que não há só histórias de sucesso! Mas há muitas isso posso dizer-te! E entre ficar ali naquele espaço sem alguém que os leve e conduza nos seus primeiros anos de vida e os guie para a aventura que é viver, não há alternativa!E há muita boa gente que quer!
AMAR É PRECISO.-Claro que muitas outras coisas são necessárias para gerir as nossas vidas! Viver é um desafio contínuo, mas pelo menos participemos activamente!
Beijinhos e um bom fim de semana par Ti!
Jorge madureira

jotabloguer said...

Marta: Claro que acredito, mas custa ver esse tipo de "comportamento" dessas instituições! Haverá sempre alguém que se julga "unico" no tratamento desta problemática!Mas a adopção é mesmo um caso sério que merece pelo menos a nossa atenção e criticar quando se sabe de algo que não funcione bem!
Beijinho,
Jorge madureira

serenidade said...

Só para deixar a minha cuta impressão... e referir que o engraçado é termos o mesmo sobrenome...gostei da tua passagem no meu cantinho.

Sereno sorriso

jotabloguer said...

OLá Carla: Temos o mesmo sobrenome dos Madureiras?Pois bem só podes ser gente 5 estrelas!Eu nasci em Penha Longa, baptizado em Sande, Marco de Canavezes e fiz a minha vida desde pequenino em Matosinhos...Ainda havemos de analisar a nossa árvore genealógica!
DE qualquer modo espero que possamos trocar ideias dos nossos trabalhos de "bloggers" para nossaalegria!
Beijinho
Jorge madureira

Juℓi Ribeiro said...

Querido amigo:

Não tenho muito conhecimento sobre o assunto mas aqui no Brasil isso parece ocorrer de forma muito demorada e com muita burocracia.
O que atrapalha as adoções.
Penso em como estas criancinhas
sonham com um lar...
Que triste realidade.
Um abraço.

jotabloguer said...

Juli: Pelos vistos aqui é também um processo demorado! Eu penso que deve haver sempre uma análise cuidada para cada caso, como é evidente, mas em tempo razoável, não é verdade? Nada destas burocracias e arrastar de processos em dias, meses, anos...
Beijinho para Ti!
Jorge madureira