Tuesday, October 02, 2007

PRISÕES...A ÚLTIMA ESPERANÇA...


PRISÃO- ÚLTIMA ESPERANÇA…

No sistema prisional português nem tudo é mau como é comum ouvir um pouco por todo o lado!
Estou a referir-me aos programas ocupacionais dentro da prisão nas áreas da educação social e profissional, que levam muitos presos a recuperarem a sua auto estima e prepararem ferramentas e competências para depois do cumprimentos das penas, terem mais hipóteses de emprego e assim evitarem as más oportunidades que levam quase sempre ao retorno do inferno!
Mas um programa ainda mais aliciante para estes homens e mulheres, é o serviço prestado ás comunidades no exterior dos muros prisionais em trabalhos e funções que os aliviam em termos psicológicos e os animam nas horas de reclusão…
Chamou-me a atenção para uma vindimas no sul do País, feitas com a colaboração de um grupo de presos. E verificar a alegria com que por momentos nessas horas desfrutavam nessa acção! Ao mesmo tempo aprendiam como se faz o vinho (porque bebê-lo todos nós o sabemos!), que chega ás nossas mesas e a troco de uma retribuição ainda que quase simbólica!
Não são só cenas deprimentes que se podem ver ver nesta area prisional!
Aliás Matosinhos e a sua Câmara Municipal, têm sido pioneiros nestas tarefas para ajudar á recuperação destas pessoas, já de há anos!
As pessoas que caem nas prisões, devem ser sempre que possível cumprir as suas penas em clima justo de maneira que saiam recuperados, se possível, porque uma grande parte quererá concerteza reiniciar as suas vidas e esquecer esses momentos maus a que todos estamos sujeitos…

4 comments:

Marta said...

Acho bem que os ocupem com tarefas do genero! É bom para todos, para quem as faz e para quem as quer feitas!
Mas olha que estás enganado! Nem toda a gente sabe beber um bom vinho! :)

jotabloguer said...

Ah pois não Marta!se calhar fui generoso demais!Eu queria dizer, beber, emborcar,...
Mas saber beber...já agora vai um copo de um Monte Velho 2004?Aceitas?Dispenso as velas!
Beijinhos.
Joreg madureira

Um Momento said...

Penso eu que, hoje e sempre o "motivo" pelo qual alguém é preso , sempre "pesou" muito na "integração " deste.
Contudo tenho conhecimento sim, que em alguns establecimentos prisionais, zela-se pela qualidade de vida , dentro e fora das instalações.´
O que é realmente louvável,e agora sendo um pouco "egoista"...nunca se sabe o dia de amanhã:))
Beijo Livre:)))
(*)

jotabloguer said...

Um momento- Na verdade a recuperação de uma pessoa nas prisões deveria ser sempre uma prioridade!É bom lembrar que todos nós temos lá um lugar á espera!
Eu sei que é difícil, mas temos de o desejar e acreditar!
Beijinho livre
Jorge madureira